Palavra do Bispo: Carta de Abertura da Assembleia Diocesana de Pastoral

Dom Marcello Romano

Por mercê de Deus e da Santa Sé Apostólica

Bispo Diocesano de Araçuaí, MG.

 

Aos leigos e leigas, padres, diáconos, consagrados e consagradas, seminaristas, à querida Porção do Povo de Deus, que está na diocese de Araçuaí,

Graça, Misericórdia e Paz!

Este ano vamos realizar a Décima Assembleia Diocesana de Pastoral.

Será um tempo de graça para esta Igreja Particular. Tempo de revisão de vida e da caminhada que fizemos até aqui, desde a última Assembleia; e de planejamento, para definirmos os passos que queremos dar, daqui para frente.

Para isso, precisamos de uma verdadeira conversão pessoal e pastoral, para que, na força do Espírito de Deus, possamos renovar as estruturas, fazendo de nossa Igreja Diocesana, Casa de Iniciação à Vida Cristã, alicerçada na Palavra de Deus, atenta aos sinais dos tempos e que, com coragem profética, vá ao encontro dos que estão à margem da sociedade e, com generosidade evangélica, se ponha a serviço dos pobres.

Precisamos muito da abertura de coração e da colaboração de todos, para estabelecermos um diálogo frutuoso, onde as opiniões diferentes das nossas sejam respeitadas e tudo possa nos conduzir à plena realização da vontade de Deus em nossas vidas e na caminhada de nossa Igreja.

A participação de cada um é muito importante para o sucesso desta Assembleia, de modo que, todos tenham vez e voz, manifestando assim a bonita e fecunda diversidade com que Deus enriqueceu a nossa Igreja Diocesana.

A dinâmica desta Assembleia, proposta para acontecer nas diversas instâncias: comunidades, movimentos, paróquias e diocese, é um exercício de comunhão e participação em todo o processo pastoral.

As prioridades ou urgências que surgirem, precisarão refletir a caminhada que fizemos juntos e que queremos fazer. Por isso, é necessário abraçarmos cada uma delas como uma resposta de fé, buscando concretizá-las no dia a dia de nossas comunidades. Precisarão ser linhas de ação que orientem e promovam o nosso agir pastoral e o crescimento eclesial-espiritual de nossas comunidades.

Em comunhão com o Papa Francisco, esta resposta de fé que vamos construir juntos, será um convite para uma nova etapa evangelizadora, indicando caminhos para nossa Igreja diocesana nos próximos anos.

Uma Igreja renovada e revigorada pela Alegria do Evangelho, verdadeira comunidade de discípulos missionários.

Papa Francisco nos diz que as “ovelhas têm faro”. Por isso, queremos ouvir a voz das pessoas e das comunidades, especialmente, neste ano dedicado ao Laicato.

Muitas comunidades de nossas paróquias e diocese foram iniciadas, e são mantidas até hoje, pelo testemunho generoso e corajoso de homens e mulheres de fé, leigos e leigas, verdadeiras colunas da Igreja nas comunidades. A estes homens e mulheres, catequistas, ministros extraordinários da Sagrada Comunhão, animadores das comunidades, dirigentes do Culto Dominical, agentes de pastoral, queremos expressar nossa admiração, respeito e gratidão.

Quando o “faro das ovelhas” se une ao “cheiro das ovelhas” e impregna a vida dos pastores, surge aquela sensibilidade que integra os discípulos missionários num só corpo: Corpo de Cristo, Igreja peregrina, que caminha, dando visibilidade ao Reino de Deus e santificando o mundo.

Com Alegria, convoco-os TODOS, à participação na Décima Assembleia Diocesana de Pastoral, em que todos juntos, como Igreja Particular, Porção do povo de Deus, que está na Diocese de Araçuaí, partilharemos nossas experiências de fé e de missão.

Agora, mãos à obra! Não percamos tempo! E que a Virgem Senhora da Lapa e São José nos acompanhem em nossos trabalhos, para que possamos realizá-los com serenidade e alegria. Amém!

 

 

Com minha Bênção Apostólica,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *